Inspiração: estudante tira férias para se cuidar e emagrece quase 25kg

 

Carla foi de 82,5kg para 58kg. Fotos: Arquivo pessoal.

A paulistana Carla Almeida Paiva, de 21 anos, nunca se enxergou gorda. Sempre que se via no espelho, se achava bonita, apesar de notar que seu rosto estava mais rechonchudo.

Isso nunca a incomodou, nem o tamanho das calças jeans, que aos poucos passaram de 38 para 40, depois para 42 e, por fim, para 44. Mas, aos poucos, ela foi notando que algo estava errado. Afinal, ela havia alcançado a marca de 82,5kg para seu 1,63 metro de altura.

O que fez soar o sinal de alerta foram os sintomas físicos da obesidade: as pernas doíam e o fôlego não era mais o mesmo. A gota d’água desta estagiária de Sustentabilidade foi olhar para fotos em que o papo debaixo do queixo se sobressaia.

Determinada a dar um basta naquela situação, Carla aproveitou as férias da faculdade para tirar férias também do trabalho e se matriculou em uma academia. De lá para cá, ela emagreceu quase 25kg, tendo saído dos 82,5kg para os inesperados 58kg.

Acompanho a história da Carla há algum tempo, pois ela foi me relatando seus avanços no chat privado da página do blog no Facebook (www.facebook.com/emagrecebolotinha).

Fiquei mais do que feliz quando ela me disse que não apenas tinha atingido sua meta, que era 60kg, mas superado seu objetivo, tendo se estabilizado nos 58kg.

Conheça a seguir mais da história dessa menina de ouro, cheia de determinação e conselhos bons para nos oferecer.

 

Você me disse que se olhava no espelho e via um rostinho gordinho, mas achava bonito e seus olhos te enganavam. O que aconteceu que te fez se olhar e se enxergar de verdade?

Carla Almeida Paiva – Sempre tive tendência para engordar, nunca fui magrinha e nem serei (risos), mas sempre me achei bonita. De uns 3 anos pra cá, fui engordando e não me dava conta. Os números das calças jeans foram do 38 para o 44 e eu não reparava, não ligava para isso. Meus olhos não enxergavam que eu estava daquele jeito, eu me via bonita. O fato é que eu tinha perdido o parâmetro do que eu era no passado. Eu só via o presente e ponto. Esse foi o meu erro, não ter parâmetro para me controlar.

 

Quando e por que você decidiu dar essa virada na sua vida?

Carla Almeida Paiva – Então, tirei férias de 20 dias do meu trabalho e estava em época de férias da faculdade. Fiz minha inscrição na academia para praticar lutas (Muay-Thay e Box), pois a obesidade estava afetando minha saúde e minha autoestima. Não tinha fôlego para nada, mal andava 2 km e já estava exausta. Minhas pernas estavam ficando feias, com veias estourando e manchando minha pele, as roupas não ficavam mais tão bonitas quanto antes e às vezes nem achava meu número. Meu rosto estava parecendo uma bola de tão grande e o que mais me incomodava era tirar fotos e a papa embaixo que parecia um segundo queixo. Por isso que resolvi que tinha que mudar.

 

Como foi dedicar suas férias para fazer atividade física e tentar virar de uma vez por todas a página da obesidade?

Carla Almeida Paiva –Foi ótimo, pois eu sabia que se eu ficasse em casa nas férias, sem fazer nada, iria engordar mais ainda, então quando comecei a praticar lutas, minha disposição melhorou, meu ânimo, minha autoestima, enfim, tudo foi melhorando e hoje me considero outra pessoa, tanto por dentro, quanto por fora.

 

Como você encaixou a atividade física na sua vida depois de voltar de férias?

Carla Almeida Paiva – Eu trabalho próximo à Marginal Pinheiros (zona sul da capital paulista). Meu horário de trabalho é das 9h às 16h30 e faço faculdade das 19h às 22h30. Quando voltei ao trabalho, parei de praticar lutas, não tinha mais tempo de ir para a academia, mas eu sabia que tinha um parque próximo ao meu trabalho e entre 16h30 e  19h eu faço caminhada, o que me ajudou e muito. Muitas pessoas dizem que não têm tempo de fazer caminhada, nem de manhã nem à tarde pois trabalham. Enfim, acho que quem quer dá um jeito, e não desculpas. A pessoa que trabalha das 8h às 18h, caso não tenha nenhum compromisso após o trabalho, pode levar para o escritório uma roupa, um tênis e fazer uma caminhada de 1 hora. Em muitos casos é até melhor, pois não pega o horário de pico de trânsito. Quem tem horário flexível na empresa, aí que não tem desculpa mesmo.

 

Por que você acha que as dietas que você tinha feito antes não deram certo?

Carla Almeida Paiva – As pessoas diziam que eu tinha que comer menos. Ai eu fazia uma dieta durante uma semana sem determinados alimentos, mas não aguentava e comia o dobro na outra semana. Não davam certo pois eu não tinha uma meta, um objetivo, era algo momentâneo, não tinha regras comigo mesma, a comida me controlava e comia por ansiedade e isso acabava comigo, pois qualquer tipo de problema, descontava na comida e no meu corpo.

 

O que você acha que te levou ao sucesso dessa vez?

Carla Almeida Paiva – Minha determinação, pois em uma semana vi que já estava dando resultado, as pessoas estavam notando e me elogiando, enfim, penso que o ser humano é motivado por mudanças e quando conseguimos mudar, não queremos parar mais.

 

Você também conta que por ter emagrecido muito, já virou alvo até de algumas gozações. Como você se sente?

Carla Almeida Paiva – Mesmo as pessoas tirando sarro de mim, eu adoro, pois as comparações são ótimas: Piu-Piu (Cabeça grande, corpo fininho), ET, Tábua, entre outros. Isso mostra o quão foi ótimo o resultado, isso só me incentiva cada vez mais, pois o que importa é que eu me acho linda, estou com minha autoestima lá em cima, pois todo esforço foi por mim. No fundo, NEM LIGO, estou super bem comigo mesma, ouvindo vários fiu-fiu por aí (risos) e claro estou amando!!!

 

Você diz que mudou totalmente seu cardápio, tendo tirado frituras, refrigerantes, doces e outras guloseimas. O que mais você alterou na sua rotina alimentar?

Carla Almeida Paiva –  Hoje posso dizer que aprendi a comer. Tirei frituras, refrigerantes e doces. Em compensação, troquei esses alimentos por outros que fazem eu me sentir melhor. Ao invés de comer um frango frito, como um grelhado que me sacia da mesma forma. O refri deixei de lado e quando tenho vontade tomo uma H2OH ou um suco light. Doces? Troquei por iogurtes, barrinhas de cereais, que são uma delícia, chicletes sem açúcar, enfim, a imaginação é que comanda. Antes comia toda hora e comia errado. Hoje como de 4 em 4 horas porções moderadas e alimentos que me fazem bem. Outro truque que me ajuda muito é pensar hoje o que eu irei comer amanhã para não sair da linha.

 

Você contou com o acompanhamento profissional durante a dieta, como médico e/ou nutricionista?

Carla Almeida Paiva – Não contei com ninguém, isso foi errado, fiz por conta própria.

 

Que dica você daria para outras pessoas que querem emagrecer?

Pratique um exercício, até mesmo em casa. Não passe fome, de nada adianta ficar sem comer por um longo período e depois detonar na comida e que a mudança seja por você, só assim surtirá efeito.

 

Para você, qual é o segredo do seu sucesso?

Carla Almeida Paiva – O segredo para se ter sucesso em tudo é fazer as coisas por você mesmo, a mudança tem que vir de dentro. O mundo pode falar, gritar com você, mas se você não quiser algo, isso não acontece. Faça as coisas por você mesmo, só assim dará certo.

 

Qual será seu maior desafio para manter o peso a partir de agora?

Carla Almeida Paiva – Disciplina para continuar, pois o que vejo no espelho é uma felicidade contínua, mas o que eu como, é momentâneo e não vale a pena eu me perder na comida novamente.

 

O que você pretende fazer para manter o ponteiro da balança sob controle?

Carla Almeida Paiva – Caminhadas diárias e alimentação regrada. Se eu vir que o ponteiro subiu, revejo o que estou comendo e pego mais pesado na caminhada. Tudo só depende de nós, não deixarei que meus olhos me enganem mais uma vez.

 

Foto: Arquivo pessoal

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

10 Responses to Inspiração: estudante tira férias para se cuidar e emagrece quase 25kg

  1. parabéns!!!agente consegue….sei q tem sacrificios mais no final é muito gratificante!!!!!vc é um exemplo!!!

  2. Parabéns, achei sua história real,e me deu uma vontade de emagrecer. Tenho o mesmo peso e altura, e sua história é quase a minha. Adorei

  3. Nossa que lição hein!!! parabéns….. gostaria tanto de ter essa força de vontade, sou muito ansiosa, quando estou nervosa então só penso em comer, comer…. até que a 1 mês atras, eu consegui perder 5 kl, somente fechando a boca, e me matriculei na academia, ma ja faz 1 mês que não vou e acredito que tenha engordado tudo de novo…. gostaria de uma dica, pq na hora de ir na academia sinto muita preguiça e ai desisto…. vc poderiam me ajudar???

  4. Parabéns estou agora pesando 82 Kg, mas depois da 2º gravidez fui para 87 Kg.
    Sou casada tenho 02 filhos 01 de 17 e uma de 07 ., preciso chegar aos 58 Kg.
    Mas tenho muita ansiedade como 01 pão no café da manhã, estou reduzindo a alimentação.
    Mas é difícil emagrecer. Parabéns pelo teu esforço …Muita Luz

  5. Realmente incrivel meu parabens, mas no meu caso nao é desculpa não tenho tempo trabalho o dia todo e faço facul a noite, então nao tenho como praticar exercicios so final d semana.

  6. Nossa vc está de parabéns, eu melhor que ninguém sei o quanto é difícil esse processo de emagrecimento, No inicio do ano eu estava pesando 107 kg e com 1,63 mt, não acreditei quando me pesei foi um choque enorme pois eu era igual a vc não me via gorda, além pq os homens sempre diziam nossa como vc é bonita, vc é gostosa ai nunca imaginei me pesar tanto. Comecei um dieta mto rigorosa comendo de 3 em 3 hrs e alimentos integral, cortei açúcar, sal e tdo tipo de gorduras e guloseimas, hj já emagreci 10 kg estou super feliz pois tds já comentam esse resultado, ainda pretende emagrecer mais 27 kg pra chega aos 70 kg.

  7. olha, NA BOA, ela nao deveria ter feito isso…..ela tava DELICIOSA com 82kg…..agora que esta com 58, ficou ridicula……mulheres nao entendem mesmo que mulher boua é mulher com carne….querem ficar magrelas e isso é horrivel….parem com isso….viva as mulheres com carne…!

  8. Nossa!!! Voce me inspirou. Hoje mesmo vou trazer meu tenis e vou embora do trabalho caminhando.
    Nao estava achando tempo nem disposição para academia mas caminhar eu gosto.
    Obrigada, bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *