Conheça meu truque pra não sentir fome

fomee

Todo mundo que começa a fazer uma nova dieta tem dois medos em comum:

1. sentir fome

2. não emagrecer

Pois bem, eu descobri uma forma que, para mim, é eficiente para driblar os dois problemas.

Quer saber qual é?

Simples!

Uma dieta rica em proteína. E com muita, mas muita, mas muita água.

Sim!

Quando eu fazia dias de ataque na dieta Dukan tradicional ou às segundas-feiras da nova Dieta Dukan eu não sinto fome nenhuma e são os dias em que eu mais emagreço. Isso porque nesses dias a nossa dieta é rica em proteínas.

Hoje, por exemplo, comi super pouco. Mas bebi 2 litros de água, 2 xícaras de chá e mais um guaraná zero (eu sei, refri não é saudável, mas dá uma alegrada quando bate uma vontade de comer doce).

O fato é que já são 22h30 e não estou com fome.

Provavelmente vou tomar só um mingau de farelo de aveia antes de dormir e ir pra cama.

Quer ver como foi meu dia?

No café da manhã comi 2 ovos mexidos com cottage sem lactose + 1 copo de leite desnatado sem lactose + 1 café expresso

cafe0606

A manhã foi tão corrida de trabalho que acabou não dando tempo de comer um lanchinho.

Parti direto para o almoço. Fui a um restaurante a quilo árabe e comi 1 col de sopa de coalhada seca, 2 kaftas de carne bovina assadas e 2 kaftas de carne de frango assadas, totalizando 240g.

almoco0606

No lanche da tarde comi presunto serrano (30g) que levei de casa.

lanche0606

Antes de sair do trabalho mandei para dentro um iogurte natural desnatado sem lactose.

lanchetarde0206

No jantar foi a vez de 150g de frango desfiado com mostarda light com 0% açúcar.

jantar0606

Viu só como é fácil?

Juro que não senti 1 pingo de fome.

 

Como driblar a fome e manter a dieta

faminto

Desde que cheguei ao meu peso ideal, tenho adotado a técnica de manter a dieta firme de 2ª a 6ª feira, para poder relaxar um pouco no fim de semana. Afinal, precisamos ter prazer à mesa e ninguém vive à base de frango e alface para o resto da eternidade, não é mesmo? Mas depois de um feriado prolongado, em que o relaxo é um pouco maior do que o normal, o retorno à dieta é ainda mais doloroso, porque aparece a FOME.

O bom é que, depois de tantos anos vigiando a alimentação, desenvolvi alguns métodos bem eficientes para driblar essa inimiga implacável. Quer ver?

Quando a fome chega…

  1. bebo ainda mais água. A barriga cheia dá uma enganada no estômago.
  2. tomo café e chás a base de cafeína. Essas bebidas dão mais energia, disposição e mascaram um pouco a fome.
  3. como meus lanchinhos beeeeeem devagar. Quanto mais lento é o processo, mais fácil meu cérebro identificar que o corpo está alimentado e mais rápido é o sinal que ele manda para o estômago que não precisa mais roncar.
  4. capricho nas refeições e lanchinhos proteicos. A proteína demora mais para ser digerida e, por isso, garante a saciedade pro mais tempo. Peito de peru light, queijo minas sem gordura, iogurte natural desnatado, presunto magro, ovo cozido são alguns dos itens que uso nessas horas.
  5. como pequenas porções de alimentos 3h em 3h. Ao evitar grandes períodos sem comer, as chances de se ter fome física caem absurdamente. Se surgir fome mesmo comendo de 3h em 3h, é fome psicológica. Aí, colega,  a saída é buscar outras atividades para desviar o seu foco da comida.
  6. tomo colágeno em pó dissolvido em água. O colágeno é o composto da gelatina. Ele ajuda na saciedade e quase não tem calorias.
  7. saio para dar uma caminhada, nem que seja ao redor do escritório, para espairecer. Se possível, chamo alguém para ir comigo, para bater um papo, no intuito de

E você, tem mais alguma outra forma matadora de vencer a fome sem estragar a dieta? Conta, conta! J