Emagreça sem esforço com essas 3 dicas infalíveis aqui!

Você é da turma que não aguenta mais se olhar no espelho e se enxergar fora do seu peso ideal?

Mas, só de pensar em fazer dieta, já dispara a comer mais de ansiedade e medo da mudança?

Eu te entendo, colega!

De observar dois gordinhos com quem convivo, me lembrei de maus hábitos que eu tinha e que, se cortados, vão fazer você começar o processo de emagrecimento.

Experimente mudar essas 5 coisinhas que não vão te exigir quase que esforço nenhum.

Depois de um mês, ao ver o resultado na cintura mais folgada nas roupas, quem sabe você não se anima a realmente entrar num programa de reeducação alimentar para vencer de uma vez por todas os quilinhos a mais?

Aqui vão as dicas:

Foto: Amanda Brum

1a.: Reduza absurdamente a quantidade de sal que você usa

Fiquei assustada ao ver uma moça gordinha usar praticamente o saquinho inteiro de sal para temperar a salada no restaurante a quilo.

Gente, sal faz mal para a saúde. E engorda muito.

Você sabia que 9 gramas de sal é capaz de reter 1 litro de água? E 1 litro de água significa 1kg a mais na balança.

Portanto, apenas salpique sal na salada ou prefira utilizar ervas e limão espremido para temperar.

Não coloque mais sal na comida, pois enquanto foi preparada a comida já recebeu uma boa dose desse tempero.

Há pesquisas que mostram que quanto mais sal você consome, mais resistente ao sabor você fica. Isso significa que cada vez você precisará consumir mais sal para se satisfazer com o sabor.

Não faça isso contigo, colega!

Tente se readaptar ao sabor verdadeiro dos alimentos.

 

2a.: Reduza absurdamente a quantidade de gordura que você usa  

A gordura é um importantíssimo elemento para o corpo humano. Entre várias funções que exerce, ela ajuda na absorção e transporte de uma série de vitaminas e nutrientes fundamentais para o funcionamento do nosso organismo.

Mas, se consumida em excesso, pode se transformar nos pneuzinhos que muita gente exibe na barriga, na cintura, no quadril….

Portanto, se você quer emagrecer e ter mais saúde, reduza absurdamente a quantidade de gordura que você usa.

Um fiozinho de óleo é mais do que suficiente para preparar os alimentos em casa.

Se você come fora, a necessidade de usar óleo se torna ainda menor, porque os restaurantes costumam abusar desse ingrediente.

Então aproveite para tirar do seu cardápio a manteiga, a margarina, o bacon, o torresmo, toucinho, e tudo o mais que é pura gordura.

Também maneire com o azeite na salada. Embora seja uma gordura do bem, tem mais de 110kcal por col de sopa.

Então use apenas um fiozinho para temperar e não um rio de óleo.

Fiquei assustada com a quantidade de azeite que uma amiga que luta contra o colesterol usa para temperar a salada.

Se ela continuar assim, não vai ser fácil abaixar os índices de gordura no sangue.

 

3a: extermine o açúcar refinado da sua vida 

O açúcar é um dos únicos alimentos que não têm função nenhuma a não ser nos dar energia.

Não tem vitamina, sais minerais, nada que faça bem para o nosso organismo.

Se você luta contra a balança, experimente ficar uns dias sem usar açúcar.

Para beber chás, cafés e outros, opte por degustar o sabor natural das bebidas ou, se for muito para você, usufrua dos adoçantes artificiais.

Fuja dos refrigerantes. Quem bebe 1 latinha por dia, depois de uma semana terá ingerido mais de 1 copo cheio de açúcar puro.

Se você não vive sem essa bebida, opte pelas versões light ou zero.

Ao invés de petiscar doces ao longo do dia, troque-os por frutas. Elas são cheias de açúcar também, mas de um açúcar natural, menos nocivo para o nosso organismo.

Agora muito importante:

Precisa beber no mínimo 1,5 litro de água por dia.

Isso é regra.

Quem quer ter uma boa saúde e emagrecer sem prejudicar o organismo, precisa obrigatoriamente se hidratar.

A água nos ajuda a limpar o organismo e é um importante elemento para que nosso organismo funcione bem.

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

Quer saber quanto eu emagreci e em quanto tempo? Clique aqui

À esquerda, aos 76kg. À direita, com 60kg. Foto: Amanda Brum.

Volta e meia recebo mensagens aqui no blog, no Instagram (@amandabrum13), no Twitter (@amandabrum13) e no Facebook (www.facebook.com/emagrecebolotinha) Você é dessa turma também?

Pois bem, eu emagreci 16kg em 14 meses.

Muito tempo para pouco peso?

Algumas pessoas podem achar isso.

Eu mesma desejava ter emagrecido mais rápido.

Mas esses 14 meses foram perfeitos para mim, porque me deram tempo suficiente para enxergar o que precisa ser mudado dentro de mim.

E, ao longo desses 14 meses, eu fui desenvolvendo ferramentas internas para conseguir finalmente vencer a obesidade e manter meu peso sob controle para sempre.

Talvez se eu tivesse emagrecido rapidinho, a dieta Dukan teria sido mais uma das milhares que fiz, emagreci, mas depois voltei a engordar tudo de novo.

O fato é que pela primeira vez na vida não estou vivendo o efeito sanfona.

Emagreci e não voltei a engordar.

E não é graças a Deus não.

É graças a mim.

E graças aos meus esforços e a tudo aquilo que aprendi não apenas com a Dieta Dukan, mas também com muita terapia.

Hoje estou muito mais consciente dos mecanismos que me levavam a engordar e a cada dia me sinto mais forte para combater um a um.

E se eu tivesse emagrecido rapidinho, certamente não teria tido oportunidade de refletir sobre isso.

Porque emagrecer, colega, é fácil.

O difícil é manter aquilo que você conseguiu.

Os 16kg me levaram ao peso ideal e minha médica disse que eu não preciso emagrecer mais para me manter saudável.

E, para mim, é isso que mais importa.

Estar saudável e bem comigo mesma.

Óbvio que eu ainda sonho com um corpo mais sequinho e com menos gordura localizada na minha pança, mas não vou entrar na neura de fazer loucuras para conseguir isso. Tampouco deixarei de curtir a vida e comer uma ou outra coisa aqui ou ali só para ficar mais e mais magra.

E eu, se fosse você, pararia de me preocupar tanto com o tempo que levará para emagrecer.

Ou com a quantidade que deseja eliminar.

Tente viver um dia de cada vez.

Tente fazer de cada dia da sua vida o melhor que ele pode ser para você.

E os resultados, eu garanto, vão aparecer.

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha  

 

Operação resgate: menos calorias e mais atividade física por 8 dias

Eu relaxei e…me lasquei! Dei uma assustadora engordada.

Só que reclamar e me lamuriar não vai adiantar de nada.

O jeito, colega, é agir.

Por isso, desenhei uma operação resgate para mim.

Nos próximos 8 dias vou:

  • voltar para a fase de cruzeiro da dieta Dukan (mais detalhes sobre o método neste link), na alternância 1 PP (proteína pura) e 1 PL (proteína + legumes). Se você quiser saber mais sobre as alternâncias, é só clicar aqui.
  • reduzir bastante as calorias (costumo comer entre 1.500kcal e 1.700kcal, mas nos próximos dias baixarei para uma média de 980kcal por dia). Embora na Dieta Dukan não seja necessário contar calorias, eu o faço porque meu metabolismo é lento e se eu extrapolo 1.700kcal por dia não emagreço nem com reza brava.
  • aumentar muito, mas muito mesmo a quantidade de atividade física (manterei 2x por semana meu pilates, mas vou dobrar a quantidade de caminhada nos dias PL. Minha meta normal é andar 5km por dia, mas nos próximos 8 dias farei no mínimo 5km pela manhã + 5km à noite, bem no fim do dia, no ritmo mais acelerado que eu conseguir. Nos dias PP vou perseguir a meta de 7km).
  • aumentar a quantidade de água. Vou de 2 a 2,5 litros por dia, uma vez que quando descuidamos da dieta, nosso organismo tende a reter mais líquido (explico mais neste link aqui).
  • consumir chás diuréticos para ajudar a desinchar (detalhes e receitas neste link aqui).
  • cuidar para consumir o mínimo possível de alimentos tolerados (mais informações sobre esse tema aqui).

Foi com a dieta Dukan que eu consegui eliminar 16kg, saindo dos 76kg para os 60kg.

À esquerda, aos 76kg. À direita, com 60kg. Foto: Amanda Brum.

Assim que eu voltar para os meus 60kg conto para vocês o quanto engordei nessa brincadeira das últimas semanas e vocês saberão o tanto de esforço que eu tive de fazer para voltar a emagrecer.

Espero, com isso, aprender de uma vez por todas que não dá para relaxar nunca mais na vida.

Eu já sei exatamente o que me fez ganhar peso: ao invés de eu fazer de uma a duas refeições de gala na semana, como manda a fase de consolidação da dieta Dukan, fiz de um a três dias inteiros de jaca nas últimas 3 semanas. Comi à vontade e o que me deu vontade no café da manhã, no almoço, no jantar e em zilhões de outros momentos ao longo do dia. Sem contar os litros de vinho e de caipirinha que ingeri.

Aí não tem dieta que resista, né, pessoal!!!

Tem que vigiar. Tem que se controlar. Tem que se segurar se magra para o resto da vida quiseres ficar (Amém!).

Aproveitei que eu ganhei 14 pratos prontos do delivery da Dieta Dukan para testar e montei meu cardápio da semana mais do que controlado (eles lançaram esse serviço de entrega de refeições prontas faz pouco tempo. Vejam o que já escrevi a respeito neste link).

Obedeci às regras da dieta Dukan, inclusive ao incluir meus docinhos no menu, porque sou uma formiga e sem alimentos que me façam sentir o sabor doce na boca não consigo seguir por muito tempo dieta nenhuma.

Nesta semana escolhi o bolo de milho light, o brigadeiro de colher e o mingau Dukan para me acompanhar. Para saber as receitas, é só clicar em cima.

Como ganhei almoço e jantar por 7 dias e meu plano de resgate é de 8 dias, eu mesma vou cozinhar pratos PP para completar o programa. Vou de panqueca de claras com delícia de atum.

Nos cafés da manhã também terei um dia ou outro a tradicional panqueca Dukan e o tostex Dukan, além do bolo light de chocolate com cobertura e recheio de morango.

Não gosto de publicar o que eu como no dia a dia, porque sou contra gente que faz dieta seguindo cardápio (veja o que eu acho sobre isso neste link aqui).

Mas como tem muita gente me pedindo para que eu mostre como eu me alimento para que possam entender melhor a dieta Dukan, eu vou abrir uma exceção e publicá-lo aí embaixo.

MAS ATENÇÃO:

Eu sou jornalista e não médica ou nutricionista. Não faça nenhuma dieta sem orientação de um desses profissionais. Só eles têm capacitação para sugerir e recomendar um regime indicado para você, levando em consideração suas condições de saúde, seu histórico de peso e seu estilo de vida. 

Esse cardápio aí embaixo é apenas e somente para que vocês tenham uma ideia do que se pode comer na Dieta Dukan. Eu o organizei com base nas minhas preferências alimentares e levando em conta o que eu aprendi ao ler os livros “Eu não consigo emagrecer” e “Método Dukan Ilustrado”.  

 

Arte: Amanda Brum

 

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha 

 

Quer emagrecer rápido? Entre A-G-O-R-A para ler este post aqui

Eu estava fuçando no Facebook e me apareceram zilhões de promessas milagrosas de emagrecimento em menos de 5 minutos.

Voltei e capturei a imagem de algumas delas.

E sabe o que mais me intriga?

Que tem gente que acredita e entra nessas coisas.

 

Foto: Reprodução do Facebook

 

Foto: Reprodução do Facebook

 

 

Foto: Reprodução do Facebook

Foto: Reprodução do Facebook

Ah, gente, sério que vocês ainda caem nessas?

Quando vocês vão parar de se enganar, hein?

Pare e pense um segundo: se isso tudo que anunciam por aí resolvesse, não existiria mais 1 gordinho na face da Terra, não é mesmo?

E, como existem cada vez mais gordinho, a gente conclui que… não existe mágica nem milagre!

Promessas milagrosas como as que são vendidas dia após dia por aí podem até ajudar no processo de emagrecimento, mas não são suficientes para te manter magro(a).

No fundo, todos nós sabemos o que precisamos fazer para emagrecer e permanecer com o ponteiro da balança sob controle:

Mudança de hábitos profundos para viver permanentemente uma vida guiada por dieta saudável + atividade física.

É que mudar hábito é difícil, né?

Mais fácil acreditar em qualquer balela que nos contam, não é mesmo?

Não, não é.

Pra emagrecer, tem que abrir mão de coisas que a gente gosta. Adeus frituras todos os dias, fast food à vontade, doces sem controle, pães com manteiga até a barriga doer de tanto comer…

Tem que fazer coisas que a gente não gosta, né?

Atividade física, ingerir verduras e legumes, diminuir a quantidade de óleo na comida…

Tem que enfrentar os nossos fantasmas internos, nossos medos mais profundos, nossas inseguranças, o que vai mal na nossa vida e que nos faz perder o controle e descontar tudo na comida.

Por isso é mais fácil dizer que não consegue emagrecer de jeito nenhum e gastar fortunas com essas alternativas paliativas.

Por isso é mais cômodo dizer qe não tem forças para dar essa guinada na vida sozinho(a).

Que já tentou de tudo e nada dá certo.

Duvido que você já tentou de verdade se conscientizar dos problemas que giram em torno do seu peso para iniciar um processo de transformação.

Não é fácil, colega,é obvio que não é.

Mas é permanente, eficiente e duradouro.

Eu garanto.

Ainda não consegui, mas estou no processo.

E sei que chegarei lá.

Sei que conseguirei deixar sob controle dentro da minha mente a  minha Bolotinha Diaba, aquela danada que sempre me leva para tudo o que é errado e acaba por impedir que eu continue a emagrecer.

Então, ouça bem: quer emagrecer rápido?

Sim?

Fuja então que nem diabo da cruz de quem te prometer isso, ok?

A chance de você cair numa fria é gigantesca.

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha