A danada da TPM

tpm

Para mim, o momento mais difícil de manter a dieta é quando estou no auge da TPM. Eu adoraria ficar apática, sem fome, sem vontade de fazer nada. Mas não! Nesses dias parece que nasce um leão dentro de mim, capaz de comer todos os animais e seres vivos que se movimentam pela floresta. Jesus, Maria, José! Hoje, por exemplo, já pensei em todas as gordices possíveis e imagináveis que estão disponíveis bem perto do meu trabalho. O que dá para fazer para driblar essa vontade maluca de enfiar o pé na jaca?

Beber muito líquido, com especial atenção aos chás que ajudam a desinchar. Eu capricho no chá verde com limão, no chá de hibisco, chá

Praticar mais atividade física (coisa que nesta semana ainda não fiz). O corpo libera endorfina, que é o hormônio que nos dá sensação de prazer e satisfação. Com isso, os sintomas da TPM tendem a ficar mais amenos.

Caprichar no salmão, arenque e atum. Esses peixes são plenos de ômega-3, gordura do bem que atua no bom humor

Incluir nozes, castanhas, amêndoas, pistaches a afins na sua alimentação. Elas combatem inflamações e ajudam a segurar as cólicas. Mas fale com sua nutricionista para ver a quantidade recomendada para você.

Se possível, fazer uma drenagem linfática (massagem). Ela ajuda hiper a desinchar e relaxar.

Andar com marmitas (coisa que nesta semana eu não fiz). Assim fica mais fácil vc comer certinho.

Andar com lanchinhos pequenos e que sejam amigos da sua dieta. É melhor atacar um potinho de castanhas ou uma fruta do que cair de cara num pote de meio litro de sorvete.

Comer de 3h em 3h, mas estar preparada para ingerir porções de alimentos saudáveis em menor espaço de tempo.

Se isso tudo não ajudar, então, amiga, relaxa e tenta não abusar demais. Hoje, pelo visto, vou acabar deslizando um pouquinho. Para compensar, vou caprichar mais na atividade física, para compensar as calorias a mais que possivelmente eu vou ingerir.

Bendita seja a lerdeza alheia! Ela me salvou! 

Estou de TPM. E nada mais difícil pra mim do que comer direito nessa época do mês. Eu olho para a minha comida saudável e chega a me dar até enjoo. Não paro de pensar em chocolate, sorvete, cookie, bolos confeitados, tortas bem gordas com catupiry e massa podre, até em hambúrguer (que eu não gosto) cheguei a pensar em comer nesta linda (e conflituosa) 4a feira. De tanto pensar, resolvi ir ao restaurante da academia pra comprar uma
bela fatia de bolo de cenoura. Pelo menos de lá seria um pouco mais saudável, porque eles adoram fazer receitas light e funcionais. O problema é que para o meu azar (ou sorte), demoraram tanto para me atender que, irritada, desisti (lembre-se, estou de TPM. Paciência não é o nosso forte nesse período da vida). Alguém me explica como a gente sobrevive assim?!? Senhora TPM, por favor, me devolva para a face da Terra. Respirei fundo, dei mais uma volta no shopping, tomei um cafezinho, comi o biscoito micro que veio junto e voltei para o escritório. E vamos que vamos na inglória luta de brigar comigo mesma pelo o que me faz bem e que me faz mais feliz.